Você está em busca de uma vida mais saudável, conhece a Lei da Atração, mas ainda não usa para alcançar seu objetivo, principalmente se for emagrecer?

Após muita leitura nós aprendemos que com a Lei da Atração tudo é possível e isso envolve principalmente a nossa saúde e para emagrecer. Sabe por que principalmente?

Os cientistas cada vez mais se aproximam da comprovação que o pensamento negativo pode gerar doenças. Veja por você mesmo, quantas vezes estava ansioso com alguma reunião e acabou ficando com dor de barriga? Ou teve um dia exaustivo no trabalho e chegou com dor de cabeça?

Aos poucos esses sintomas vão se transformando em problemas maiores e levando a doenças graves como infartos ou até câncer. Se já sabemos que podemos evitar as doenças com pensamento positivo podemos usar para melhorar a nossa saúde também.

O nosso cérebro está ligado com todo o nosso corpo. Se estamos engordando é porque algo está errado com ele, não é mesmo? Você pode estar pensando que sabe que tem culpa, que sente ansiedade e por isso come, que trabalha muito por isso tem preguiça de ir à academia e milhares de outras desculpas.

E essas desculpas são o que te levam a engordar cada vez mais! Não estamos falando que usar a LA irá te emagrecer do dia para a noite, mas você pode sim mudar sua forma de pensar. Continue lendo o artigo para conhecer a historia de uma pessoa que emagreceu usado o poder do pensamento.

Hormônios liberados com o pensamento positivo podem emagrecer

Você já reparou que quem é magro vive falando “eu como de tudo e não engordo”. “Minha genética é de magro, não consigo ganhar peso”. Essas pessoas parecem que comem o mundo e continuam em forma, e agora você sabe por que.

Eles inconscientemente usam o poder do pensamento e você pode e deve fazer o mesmo. Nosso cérebro controla os nossos hormônios e regula todo o nosso metabolismo.  Quando estamos feliz liberamos os hormônios endorfina, ocitocina, dopamina e serotonina. A endorfina é o mesmo hormônio liberado na prática de exercícios físicos. O que isso significa? Viva feliz e ajude seu cérebro a mudar seu corpo.

Como usar afirmações positivas para emagrecer

Conheço uma pessoa que por anos tentou emagrecer fazendo dietas e muito exercício. Mas ao mesmo tempo quando ela fugia da dieta comia o triplo e ingeria todas as calorias de volta. A mudança só aconteceu quando ela colocou na cabeça que quem controla seus hormônios é seu cérebro, e que ela realmente queria emagrecer.

Passou a usar muitas afirmações positivas e se permitia comer besteiras de ver em quando e faltar à academia quando estava cansada. Mas sabia que a mudança dependia dela e ela que tinha que manter o corpo em forma.

Em menos de um mês com dieta equilibrada e exercício físico perdeu 6 quilos e apesar de ter uma alimentação com escapulidas semanais nunca mais recuperou o peso. Ela usou o poder do pensamento e vive mais feliz, sabendo que controla seu corpo.

Hoje seu metabolismo funciona de forma excelente e ela pode se permitir faltar na academia ou comer algo “menos saudável”. Além disso, tem sempre disposição para todas as atividades do dia a dia.

As afirmações mais poderosas para perder peso

“Sou grato pelo meu corpo e minha saúde. Meu metabolismo funciona de forma eficaz.”

“Perco gordura de forma fácil. Perco muitas calorias em pouco tempo na academia.”

“Como apenas alimentos que fazem bem para a minha saúde. Sou feliz com meu corpo.”

“Sou magro e cheio de vitalidade. Obrigado por ter disposição para praticar atividade física e cuidar da minha saúde.”

Emagrecer é muito simples para mim. Permito-me viver feliz e me alimentando da melhor forma possível.”

É importante criar o hábito de modificar seus pensamentos. Também é importante cuidar da alimentação e praticar exercícios físicos. Temos certeza que se juntar esses três pilares, em pouco tempo a mudança será significativa e sem muito esforço.

Conheça o curso de autodesenvolvimento da Juliana Goes. Nele você encontra muita informação sobre o poder do pensamento positivo e outros assuntos que te trarão os resultados desejados para sua saúde e vida. Clique aqui e assista o vídeo.